COMENTANDO:
A filha esquecida

Lendo esse livro me vejo sem palavras para comentá-lo, a dor me cala.

Ler livros sobre o Holocausto é se indignar com cada acontecimento, é não entender como o fascismo seduz a muitos  que participam e permitem que a barbárie se alastre, é não acreditar que os bons pouco ou nada fazem, é ficar com a cabeça cheia de pontos de interrogações sem conseguir obter respostas satisfatórias, é se sentir num labirinto onde não existe saída.

Aquele que sofreu essa dor jamais a esquece, se sobrevive, constrói uma outra história sem deixar de carregar a anterior mesmo fazendo muito esforço para dela esquecer, as cicatrizes insistem em se manter vivas e quando tocadas sangram.

O Holocausto distribui maldades que anda muito próxima, antagonicamente , da dignidade de muitos e isso nos estarrece, a força com que ela produz a esperança numa humanidade fracassada infla nossa dignidade enquanto leitor, nos faz lembrar que muitos são bons, que talvez nem toda a Humanidade esteja perdida, nos faz acreditar que nenhuma morte causada pela fúria de alguns, conseguirá matar a dignidade e amor, sentimentos de tão nobre valor.

Autor: Armando Lucas Correa
Categoria: Adulto
Editora Jangada
Publicação: 2019
Fonte: Link: https://www.portaldaliteratura.com/autores.php?autor=3323

post de: Nan Lourenço

AUTORIA DO LIVRO

Armando Lucas Correa


Armando Lucas Correa | Topseller

Armando Lucas Correa é jornalista, autor e editor da People en Español, a revista em língua espanhola mais vendida dos Estados Unidos. Venceu vários prémios da National Association of Hispanic Publications e da Society of Professional Journalism. A Rapariga Alemã é o seu primeiro romance.

Outros Posts


PARCEIROS: