COMENTANDO:
A guerra que salvou a minha vida

Conhecer Ada é caminhar por percursos ingênuos cheio de afetos confusos, não entende o que é bom e o que é ruim, “ela não é boa, ela dá comida, aconchego e cuida, pessoas boas não a quer por perto.”

Enquanto a guerra acontece de um lado Ada trava uma luta com sua própria guerra interna, tão desconexa entre afetos e desafetos.

A guerra, a invasão de Hitler não assusta tanto Ada como seus medos das torturas sofridas em tão pouca idade, não existe para ela o medo da explosão de uma bomba existe sim o medo dela vir a explodir diante da possibilidade de tudo se repetir.

As pessoas se salvam quando o amor floresce, é assim que Ada vai nos contando mesmo com seus passos trôpegos, essa é sua escolha.

E a sua qual é?

Autor: Kimberly Brubaker Bradley
Categoria: Adulto
Editora Darkside Entretenimento
Publicação: 2018
Tradução: Mariana Serpa Vollmer
1ª Edição
Fonte: Link: https://en.wikipedia.org/wiki/Kimberly_Brubaker_Bradley

post de: Nan Lourenço

AUTORIA DO LIVRO

Kimberly Brubaker Bradley



Kimberly Brubaker Bradley nasceu em Fort Wayne , Indiana, em 24 de junho de 1967. Ela foi criada em Fort Wayne e viveu lá até 1989. Seu amor pela leitura começou cedo. 

Frequentou o Smith College em Northampton, Massachusetts, e se formou em química em 1989. Bradley sempre foi fascinada pela química, mas quando sua colega de quarto a convenceu a fazer um curso de Introdução à Literatura Infantil, ela imediatamente adorou. Seu instrutor, a medalhista de Newbery, Patricia MacLachlan, incentivou Bradley a continuar escrevendo e a ajudou a aprender mais sobre como escrever para crianças.

Outros Posts


PARCEIROS: