COMENTANDO:
Laços

A introdução da tradutora do livro já vislumbra, sabemos que cada palavra, cada significante, é passível de vários significados, mas quando ela nos conta isso abre-se um leque de sentimentos em nós leitores. Ver o quanto traduziu dando importância a isso, como tratou isso com enorme respeito e delicadeza nos faz ter a sensação que alcançaremos todo o afeto existente no livro.

Viver a vida como ela é não é fácil para ninguém, não é fácil para o pai, para a mãe, para o filho, para a filha e nem mesmo para a amante. Nesse conflito familiar nada se resolve, cada um carrega sua verdade absoluta deixando de perceber a necessidade de ouvir e ser ouvido pelo outro para quem sabe os desencontros acabem.

A impressão que fica é que ninguém conhece nem a si próprio, ninguém é dono de seus desejos e passam a vida desempenhando papéis imaginados como o melhor para que tudo permaneça na fingida paz.

Quantos equívocos se submetem, quantos dissabores alimentam até um momento onde tudo explode e surpresos ficamos com o desfecho achado por alguns. Leiam, vale cada palavra dita.

Autor: Domenico Starnone
Categoria: Adulto
Editora Todavia
Publicação: 2017
1ª Edição
Fonte: Link: https://www.amazon.com.br/Laços-Domenico-Starnone

post de: Nan Lourenço

AUTORIA DO LIVRO

Domenico Starnone



É escritor, roteirista e jornalista. Nascido em Nápoles em 1943, atualmente vive em Roma. Laços é seu décimo-terceiro romance e o primeiro publicado no Brasil. Em 2001, Starnone recebeu o Prêmio Strega, considerado o mais prestigioso da literatura italiana.

Outros Posts


PARCEIROS: