COMENTANDO:
O Caderno Rosa De Lori Lamby

Lori é uma menininha de oito anos de idade que já conhece bem os prazeres do sexo, graças aos pais que a aliciam para poderem se sustentar e comprar tudo o que ela quer.

Lori descreve em seu caderno rosa suas experiências sexuais com enorme tranquilidade e naturalidade, se coloca tão ingênua ao contar todas as sensações que gosta de experimentar, é tão cativante em suas colocações que se não tomar cuidado e se deixar envolver esquece-se da perversão sempre presente com os olhos arregalados.

 Neste livro a prostituição rola solta, a prostituição sexual, a prostituição literária, a prostituição humana.

Será a prostituição uma maneira bem comum usada para sobreviver? Ou será tudo uma sátira?

Autor: Hilda Hilst
Categoria: Adulto
Editora Globo
Publicação: 2005
Fonte: Link: https://pt.wikipedia.org/wiki/Hilda_Hilst

post de: Nan Lourenço

AUTORIA DO LIVRO

Hilda Hilst


Hilda de Almeida Prado Hilst foi a única filha do fazendeiro de café, jornalista, poeta e ensaísta Apolônio de Almeida Prado Hilst, filho de Eduardo Hilst, imigrante originário da Alsácia-Lorena, e de Maria do Carmo Ferraz de Almeida Prado. Sua mãe, Bedecilda Vaz Cardoso, que tivera um relacionamento anterior, era filha de imigrantes portugueses. Em 1932, seus pais se separaram. Em plena Revolução Constitucionalista, Bedecilda mudou-se de Jaú para Santos, com Hilda e Ruy Vaz Cardoso, filho do seu primeiro casamento.

Em 1937, Hilda ingressou como aluna interna do Colégio Santa Marcelina, em São Paulo, onde cursou o primário e o ginasial, com desempenho considerado brilhante.

Saiba mais em: https://pt.wikipedia.org/wiki/Hilda_Hilst

Outros Posts


PARCEIROS: