COMENTANDO:
O Cavaleiro Preso na Armadura

Esse livro traz uma reflexão maravilhosa e uma viagem direta para o centro do mundo. Ops! Centro do “eu”.

Quantos de nós não estamos presos em armaduras que nós mesmos criamos!

Após anos sem enxergar a família e sem perceber suas ações, o cavaleiro se vê preso em sua armadura e impossibilitado de sair. No desespero, ele vai pelo mundo em busca de ajuda de forma exaustiva, até encontrar o sábio mago Merlin, que lhe propõe uma longa caminhada em busca da libertação.

É um caminho árduo, porém libertador, pois para se livrar da armadura se faz necessário passar por três castelos. O primeiro castelo é o do silêncio; o segundo, do conhecimento; e o terceiro da vontade e ousadia.

É uma viagem fantástica, com enorme aprendizado! Tudo o que precisamos saber para ser e sentir, temos nessa viagem pelo caminho da verdade.

“... há uma outra batalha a ser travada no caminho da verdade. A luta será aprender a amar a si mesmo.”

“Como farei isso? — perguntou o cavaleiro. Para começar, você tem de aprender a se conhecer — respondeu Merlin.”

É exatamente isso que fazemos em terapia, a busca pelo autoconhecimento. Ninguém pode ajudar ninguém a não ser a si mesmo.

“A maioria de nós está aprisionada no interior de uma armadura — declarou o rei. O que o senhor quer dizer? — perguntou o cavaleiro. Nós levantamos barreiras para proteger quem pensamos ser. Então, um dia, ficamos presos atrás das barreiras e não conseguimos mais sair.”

O autoconhecimento é luz, é vida, é amor e prosperidade, mas, antes de deliciarmos os frutos, precisamos entender o propósito de nossa vida. Como saber?

Conhecendo-se!

“Não há nada mais bonito que a luz do autoconhecimento” – Merlin

Fica a dica: faça a leitura do livro e tire suas conclusões. Garanto que você terminará a leitura reflexivo.

Autor: Robert Fisher
Categoria: Adulto
Editora Record
Publicação:
0
Fonte: Link: Edição 33

post de: San Rodrigues

AUTORIA DO LIVRO

Robert Fisher


Robert Fisher nasceu em Long Beach, Califórnia. Com 19 anos começou a escrever roteiros para quadrinhos do tamanho de Groucho Marx, Lucille Ball, Bob Hope, George Burns ou Alan King. Foi autor e co-autor de mais de 400 programas de rádio de comédia e cerca de 1200 programas televisivos.

Saiba mais na fonte:http://livros.tv/12144/robert-fisher/#targetText=Robert%20Fisher%20nasceu%20em%20Long,cerca%20de%201200%20programas%20televisivos.

Outros Posts


PARCEIROS: