COMENTANDO:
Sopa de romã

Ao iniciar a leitura deste livro, fui remetida a brincadeira de infância que compartilhava com minha irmã, brincávamos com palavras e, naturalmente não pude deixar de brincar com o nome de uma das protagonistas do livro. Seu nome é Marjan, mas durante toda a leitura a chamei de Manjar, aquela que alimenta, deleita, engrandece e vigora a alma.
Esse livro conta a história de três irmãs, Marjan, Bahar e Layla, que fogem do Irã durante a revolução de 1979 para Londres e, posteriormente, ao se sentirem novamente ameaçadas pelo passado, se mudam para uma pequena cidade no oeste da Irlanda, onde abrem um café com sabor Persa.
Em toda essa trajetória de fuga, a escritora nos atenta, com pouca profundidade, para as dores sentidas pelas mulheres tão desvalorizadas em seu próprio país e, para as dores de serem estrangeiras, onde a desconfiança e a antipatia mostram-lhes a cara todos os dias.
É com os sabores de açafrão, cardamomo e água de rosas, que buscam conquistar a comunidade e derrotar a xenofobia, pois cozinhar é acariciar o paladar, é ajudar na possível cura física e também da alma. E assim, a escritora nos presenteia a cada capítulo com uma nova receita que muito apetece.
Mas, o que fica é que, mesmo com tantas adversidades externas, o que mais as maltratam são seus próprios demônios. Assim, vão de encontro a eles para amansá-los, pois sabem que para aqueles que não se propõem a crescer, resta-lhe o fim que lhes resta.
Comentando postado em 24/08/2015
Autor: Marsha Mehran
Categoria: Adulto
Editora Jaboticaba
Publicação: 08/01/2005
1ª Edição
Fonte: Link:

post de: Nan Lourenço

AUTORIA DO LIVRO

Marsha Mehran




Marsha Mehran nasceu em Teerã, em novembro de 1977. Sua família deixou o Irã e migraram para Buenos Aires, Argentina, em 1979, na época da Revolução Iraniana. Ela cresceu na Argentina e nos Estados Unidos, e também viveu na Austrália e na Irlanda. Mehran foi casada com Christopher Collins de County Mayo, Irlanda. Eles se conheceram quando ele era um bartender em um Pub irlandês em Manhattan, Nova Iorque. Eles, então, viveram na Irlanda por dois anos. Em 2013 eles se divorciaram. Seu romance de estréia foi o SOPA DE ROMÃ, livro que foi inspirado em suas próprias experiências. Seu segundo romance, ROSEWATER E SODA PÃO foi publicado em 2008, é uma continuação de Sopa de Romã. Ele marcou uma parcela de uma série que foi interrompida por sua morte, em abril de 2014. A série consistiria em sete livros, o terceiro PISTACHE CHUVA, foi publicado em 2014. Mehran foi encontrada morta em sua casa alugada na Irlanda, em 30 de abril de 2014, estando morta há cerca de uma semana. Ela viveu lá como uma reclusa, e tinha-se deteriorado mentalmente, com a casa cheia de lixo. Ela sofria a tempo da doença inflamatória intestinal; a autópsia indicou que isso pode ter sido um fator em sua morte, embora não foi possível identificar a causa exata.


Outros Posts


PARCEIROS: